Torneira Clínica Hospitalar

As torneiras clínicas hospitalares ou apenas torneiras hospitalares seguem recomendações específicas a fim de garantir a não transmissão de contaminação cruzada. São acionadas pelo cotovelo e podem ser utilizadas em clínicas médicas, hospitais, laboratórios, consultórios e restaurantes. Elas possuem mecanismo cerâmico de ¼ de volta em metal que torna mais fácil a abertura e maior durabilidade por ser de metal e conforme a norma NR-32. São indicadas também para pessoas que possuem alguma dificuldade motora. São feitas de material de alta resistência e seguem a norma NBR9050. Escolha o modelo ideal para você:

Somos Fabricantes e Temos o modelo mais adequado para seu uso, consulte-nos e receba uma indicação Grátis.

48

Dicas e Informações importantes





TORNEIRA CLÍNICA HOSPITALAR

As torneiras clínicas hospitalares ou apenas torneiras hospitalares seguem recomendações específicas a fim de garantir a não transmissão de contaminação cruzada. São acionadas pelo cotovelo e podem ser utilizadas em clínicas médicas, hospitais, laboratórios, consultórios e restaurantes. Elas possuem mecanismo cerâmico de ¼ de volta em metal que torna mais fácil a abertura e maior durabilidade por ser de metal e conforme a norma NR-32. São indicadas também para pessoas que possuem alguma dificuldade motora. São feitas de material de alta resistência e seguem a norma NBR9050. As alavancas precisam ser as mais longas possíveis para que o usuário possa acionar com o cotovelo e evite assim o contato manual e a contaminação cruzada. Entretanto, no mercado surgiram muitas torneiras adaptadas com alavancas ainda curtas, de baixa qualidade ou que machucam o cotovelo. Na mecânica quanto maior for a alavanca menor será o esforço do usuário. As pessoas envolvidas em processos clínicos estão sob o risco constante de contrair doenças no exercício de suas funções diante da presença cotidiana de agentes infectocontagiosos. Durante o procedimento radiográfico, por exemplo, o equipamento e materiais utilizados podem ser contaminados com sangue ou saliva do paciente se as técnicas de assepsia e normas de biossegurança não forem adequadamente aplicadas. Considerando o risco de contaminação e infecção cruzada durante os procedimentos e a importância do aprendizado de ações de biossegurança para a prática na vida profissional, a apresentação de métodos confiáveis e de fácil entendimento deve ser considerada de extrema importância. De acordo com NR-32 e a vigilância sanitária é obrigatório o uso de torneiras que evitam o uso manual. As torneiras clínicas por terem as alavancas mais longas também são usadas em banheiros PNE ou locais para pessoas com deficiência. Precisa de uma torneira com acionamento por cotovelo? Oferecemos diversos modelos para você escolher o melhor para a sua empresa.